As tinturas e os tonalizantes nas prateleiras dos supermercados e farmácias levaram o salão de beleza para dentro de casa. Mas a falta de habilidade e orientação pode deixar os cabelos manchados e pintados por desigual. Para você não ficar em apuros, nos da equipe Unique-se resolvemos dar algumas dicas para vocês na hora de colorir os seus fios.

1 – Teste o produto

O teste de sensibilidade é uma atitude responsável, que traz confiança na hora H. Em casa ou no salão de beleza,  é preciso ter a certeza de que você não tem qualquer alergia ao produto. Apesar dos avanços tecnológicos e de soluções químicas cada vez menos agressivas, a sua saúde deve estar sempre em primeiro lugar. O teste é muito simples e não demora além disso ele evitará problemas indesejáveis no futuro.

Apenas aplique uma pequena quantidade no antebraço e espere alguns minutos. Observe como a sua pele irá reagir. Nenhum coceira, queimação ou vermelhidão?! Então você tem sinal verde, agora pode ir em frente seguindo detalhadamente as instruções da embalagem ou de um profissional qualificado.

2. Orçamento apertado

Se as finanças não estão contribuindo para manter o cabelo pintado no salão?! Procure então um modo mais econômico para manter um visual bonito sem passar vergonha. Não há nada mais desagradável do que ficar com os cabelos crescidos e marcados pela falta de dinheiro. Se manter os cabelos belos e coloridos no salão está acima do seu orçamento, opte por soluções mais em conta, como tonalizantes, ou retome a cor natural dos seus cabelos, colocando um ponto final nas idas mensais ao cabeleireiro, outra coisa importante se manter loira é sempre mais caro e perigoso então todo cuidado é pouco.

3. Seu estilo

Na busca incessante pela singularidade e principalmente na contra mão da globalização, as tendências de coloração devem literalmente “fazer” a sua cabeça e conquistá-la de corpo e alma. Nada mais atraente  do que ter o corte e o tom certos, ideais com o seu estilo de vida. Neste universo incluem-se as roupas que estão no seu armário, os sapatos, a maquiagem, a profissão e tudo o que resuma ao seu eu. Então muito cuidado: A cor dos cabelos de uma famosa atriz ou de uma deslumbrante modelo pode não ficar bem em você. Procure ser você mesma e não se apegue a modismos.

4. Radicalização

Se existe uma opinião unânime entre os cabeleireiros, é sobre a mudança radical de visual. Não existe nada mais chocante do que olhar no espelho e não se reconhecer. Então pense e reflita. Mas se a decisão final for mesmo a radicalização, vá em frente. Hoje inclusive você já encontra tecnologias na web que te ajuda a ter uma idéia de como ficará com um cabelo mais curto por exemplo. Vale da uma olhada  no post que a Cecilia Lima, nossa consultora fez em seu blog pessoal. você pode usar e abusar de programas de computador que a deixam loiríssima, ruiva ou com as madeixas bem escuras. Arrisque no monitor e decida com segurança na vida real.

5. Cabelos brancos

Ao colorir cabelos brancos, mesmo com bons cosméticos, o amarelado pode ser inevitável. O recomendado pelos cabeleireiros é o uso de um kit de produtos específicos para camuflar e mantê-los acinzentados, já que os brancos sofrem uma tendência natural, quando expostos a certas tintas, em mudar de tom. Apesar de ser uma característica individual, podendo ter ou não relação com a velhice, os cabelos brancos ocorrem devido ao esgotamento da função da melanina. Então muito cuidado com eles.

6. Por onde começar a pintar os cabelos

O certo é começar pela raiz, ao contrário do que a maioria das mulheres pensa, o ideal é iniciar a pintura pelos fios perto da nuca. Por se tratar da região mais fria, o efeito demora mais tempo para agir. Desta forma, a raiz tem que ser a última a receber o produto.

7. Proteção

Tenha sempre um protetor solar e garanta vida longa à tintura. Xampus, hidratantes e máscaras com ceramidas, vitamina E e pró-vitamina B5 também ajudam a manter a cor por mais tempo.

8. Ser loira não é tarefa fácil

A parafina, a água oxigenada e o limão, quando expostos ao sol, clareiam os fios, mas o saldo é pavoroso. Produtos que não são feitos e elaborados para cabelos podem trazer efeitos terríveis, desde uma queda acentuada até o comprometimento total do folículo. O limão, por exemplo, tem um ph muito ácido que também seca as madeixas. Então por favor não adianta querer ser loira de qualquer jeito, faça da maneira certa.

9. Mais de um processo químico

Pintar a madeixa e, logo depois, frisar ou alisar os cabelos é um verdadeiro crime. Nunca se deve fazer este procedimento, pois sempre haverá um desbotamento durante o processo de neutralização. O correto é fazer ao contrário: alisar e depois pintar. Além disso, é aconselhável que a fórmula dos dois produtos seja compatível, e que se respeite o tempo de pausa de acordo com a exigência do produto aplicado.

10. Querer nem sempre é poder

Como é possível saber se a cor vai ficar igual à da embalagem? É muito raro que um cabelo fique exatamente igual ao de uma foto. É garantida apenas aproximação da cor. Para tanto, é fundamental procurar um bom cabeleireiro para avaliar a tonalidade certa dos cabelos naturais e indicar a tinta e o oxidante corretos. Caso arrisque em casa, não deixe de ficar atenta e analisar a tabela de tonalidades que vem nas embalagens.

E é isso gente, esse post teve que ser refeito devido a invasão que nosso Unique-se sofreu, algumas informações foram perdidas, mas conseguimos recuperar quase tudo.

Agradecemos a paciência por esses três dias de espera, mas voltamos com a corda toda,

Um abraço descabelados e até o próximo post

Equipe Unique-se

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...