Cabelos de diva, brilhantes, desembaraçados e cheios de estilo: quem não quer? E pra alcançar tudo isso, basta ficar atenta aos pequenos cuidados diários, começando na hora da limpeza e hidratação, sabia? A Equipe Unique separou algumas dicas que vão mudar seus hábitos na hora de escolher o shampoo. E pode ter certeza, elas são a garantia de um cabelo maravilhoso!

1. Cuidado com o pH:

O shampoo de uso diário deve estar entre 5 e 7, para abrir as escamas do fio e promover a limpeza. Se o pH for maior que 7, as cutículas se abrirão ainda mais. É o caso dos shampoos anti-resíduos que eliminam em maior profundidade os resíduos oleosos, poeiras e cosméticos depositados sobre os fios. No caso de cabelos danificados ou quimicamente tratados, o pH ideal para o shampoo deverá ser ácido para promover uma limpeza adequada.

2. Shampoos sem sal:

Os shampoos que falam que são sem sal, na verdade, são sem cloreto de sódio, o sal mais comum utilizado nas formulações como espessante e para fazer espuma. Não existe nenhum dado cientifico referente aos danos que podem ser causados pelo cloreto de sódio se usado na proporção correta. O que as pessoas que utilizam os produtos com sal alegam é que sentem seus cabelos mais ressecados e consideram que um produto sem sal proporciona um cabelo mais tratado e os processos químicos duram mais tempo.

3. Cuidado com os resíduos de shampoo:

O shampoo ideal limpa sem agredir os fios ou o couro cabeludo, e deve ser facilmente enxaguável. A função básica de um shampoo é remover a sujeira da haste do cabelo e do couro cabeludo. Como a formulação contém ativos adstringentes, devemos evitar deixar resíduos de shampoo.

4. Não dispense o condicionador:

É o condicionar que vai estabilizar o pH do fio, por ser mais ácido que o shampoo. Sendo assim, é importante o seu uso em todos os tipos de cabelo, para fechar as cutículas, reter a coloração e prolongar a ação das químicas transformadoras. Não é porque o cabelo é oleoso que não precisa ser condicionado e hidratado. A modificação de pH durante a lavagem com shampoo ocorre da mesma forma. Por isso, é necessário estabilizar para o pH ideal com o uso de condicionadores, inclusive manter a hidratação com frequência mas, nunca passar o produto próximo a raiz.

5. Respeite o tempo de ação do produto:

O tempo mínimo de ação é necessário para que ocorra a reação natural de absorção do produto e fechamento das cutículas, estabilizando o pH dos fios.

6. Nunca penteie os fios com condicionador durante o banho:

É indicado iniciar o processo de desembaraço no banho com o movimento dos dedos através dos fios. A maior agressão aos cabelos é realizada pelo pente. O adequado, para manter os fios sempre saudáveis, sem que eles se quebrem e também para evitar o aparecimento do frizz, é penteá-los cuidadosamente após o amaciamento com o uso do condicionador (iniciando no banho). Os efeitos podem ser potencializados com a aplicação do creme de tratamento e do creme para pentear.

7. Diferenças entre condicionador e creme de tratamento:

O creme de tratamento tem mais concentração de ativos e pode ser aplicado durante o banho após o shampoo, mecha a mecha. E também pode ser utilizado com uma touca térmica, quando deixamos agir por mais tempo nos fios.  Se o cabelo estiver mais ressecado, utilize-o de duas a três vezes na semana. Se o cabelo tem a raiz oleosa e as pontas secas é indicado utilizar o creme de tratamento apenas nas pontas, toda vez que achar necessário. Após o uso, pode-se utilizar uma quantidade de condicionador, para ajudar a equilibrar as cargas negativas e fechar as cutículas.

8. Não se esqueça do filtro solar

A radiação UV além de causar danos à pele também danifica os cabelos. O principal efeito é sobre os aminoácidos, presentes na queratina do fio. A sensação é de cabelo desidratado, ressecado, quebradiço e opaco. A utilização do filtro solar, combinado com a tecnologia da formulação, forma um filme protetor que reveste os fios e age como uma barreira contra a ação dos raios UV.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...