Foi nessa época que o estilo à la garçonne que a moda dos cabelos curtos aconteceu. Mulheres corajosas ousaram romper com os padrões impostos pela sociedade.

Nos 1920, as mulheres adotaram um visual andrógino, ficaram mais independentes, conquistando inclusive o direito de voto, diminuíram não só comprimento das saias como também dos cabelos.

Extremamente curtinhos, os cortes acompanhavam faixas e podiam ser super comportados ou rebeldes. Chanel foi uma das precursoras do estilo.

Até o início do século XX era muito comum as mulheres terem cabelos compridos. A dançariana Irene Castle cortou seus cabelos bem curtinhos e os enrolava como molas, totalmente diferente das mulheres de sua época,  que compravam apliques para terem cabelos longos. Por ser muito conhecida, muitas mulheres aderiram a essa moda (a velha mimética da moda) que durou até mais ou menos os anos 1940. O corte ondulado e curto ficou conhecido como.

 

Nos anos 50 os cabelos foram a encurtados novamente, com a evolução da indústria de cosméticos, os cabelos coloridos e descoloridos entram em alta. Marilyn Monroe é a cara, o corpo e os cabelos desta década. Os anos 60, foram uma mescla entre madeixas longas e curtas. Se Brigitte Bardot era o símbolo dos cabelos longos , Twiggy era a diva dos cabelos curtos.

Foi nessa época que o cabeleireiro Vidal Sassoon ganhou fama. Ele foi o primeiro a criar franquias internacionais de salões de beleza, usar seu nome em produtos de cabelo e criar cortes curtos e simples, trazendo a praticidade para a vida da mulher. O conceito “wash and go” logo foi adotado pelos jovens da década de 1960.

Durante os anos 1970 e 1980, os cabelos curtos perderam força, e os fios longos,volumosos e frisados entraram em cena. Porém, a Princesa Diana, famosa Lady Di, serviu de inspiração para muitas mulheres que abriam mão das madeixas e aderiram aos fios curtos.

Nos anos 1990, o rock influencia muita gente. Cabelos curtos, bagunçados e loiros estão por toda parte. No comprimento, a liberdade é permitida. Curto ou longo o que importava era ter a personalidade necessária para usar aquele estilo. A franjinha continua sendo marca registrada. Os cabelos de Jennifer AnistonCoutney Cox fazem a cabeça da mulherada.

Chegam os anos 2000, época que todo mundo aqui se lembra muito bem! O novo milênio chegou com uma liberdade sem igual: curtos, longos, lisos, crespos, ondulados, com franja, repicados… O importante é que o corte se adeque ao seu estilo e formato de rosto!  Mesmo assim, uma coisa não muda: a televisão e o cinema ainda são grandes referências para a moda. E não se iluda, cabelos curtos são ótimos, mas precisam de manutenção quase todos os meses. Você economiza na escova, mas precisa investir no corte.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...